Notícias

DÚVIDA SOBRE ESCRITURA PÚBLICA?

06/07/2017

noticias

ESCRITURA PÚBLICA
 

1. O que é escritura pública?

R. A escritura pública é o instrumento que comprova a celebração de um negócio jurídico. É o instrumento lavrado por tabelião, no Livro de Notas, que a escreve de forma descritiva, qualificando as partes contratantes e descrevendo e caracterizando o negócio que os participantes desejam celebrar.
 

2. Onde pode ser feita uma escritura pública?

R. A escritura pública pode ser feita em qualquer cartório de notas, independente de onde esteja situado o imóvel ou de onde sejam domiciliadas as partes.
 

3. Quais são os tipos de escrituras públicas feitas pelo tabelionato de notas?

R. São feitas várias espécies de escrituras: procuração, compra e venda, doação, permuta, pacto antenupcial, pacto de convivência (união estável), emancipação, hipoteca, instituição de usufruto, testamento e muitas outras. Cada tipo de escritura tem a sua documentação específica.
 

4. Quais os documentos exigidos para a lavratura de escrituras em geral, bem como para lavratura de escrituras relativas a bens imóveis?

4.1 Documentos de Pessoa Física:

a) RG e CPF: vendedores e compradores;

b) Certidão de casamento, se casados; em caso de separação ou divórcio, apresentar suas respectivas averbações;

c) Certidão de óbito do cônjuge falecido, se viúvo;

d) Caso haja procuração, RG e CPF do procurador.
 
4.2 Documentos de Pessoa Jurídica:

a) Certidão simplificada da Junta Comercial;

b) Contrato Social com as alterações, se o caso;

c) Certidão Conjunta Negativa referente aos tributos federais e à Dívida Ativa da União, expedidas pela Secretaria da Receita Federal do Brasil;

d) Certidão Negativa de Débitos relativos às contribuições previdenciárias, expedida pela Secretaria da Receita Federal do Brasil.


4.3 Documentos exigidos para lavratura de escritura de bens imóveis:

a) Certidão de Ônus Reais, expedida pelo oficial do registro de imóveis competente;
b) Certidão Negativa de Tributos Imobiliários, expedida pela Secretaria de Fazenda e Planejamento do DF;

c) Imposto de Transmissão Inter Vivos, expedida pela Secretaria de Fazenda e Planejamento do DF;

d) Certidões de feitos ajuizados, em nome dos vendedores: 

d.1) Cível e Tutela: http://www.tjdft.jus.br/servicos/certidao-nada-consta;

d.2) Certidão da Justiça Federal: http://www.jf.jus.br/cjf/servico/certidao-negativa;

d.3) Certidão de Ações Trabalhistas (www.trt10.jus.br).
 

5. Por que preciso de uma escritura pública para comprar ou vender o meu imóvel?

R. Sem a escritura pública e o posterior registro, o comprador não tem garantias de transferir a propriedade para seu nome, abrindo possibilidade de discussão judicial sobre a propriedade. Além disso, na escritura pública constam todas as informações sobre o imóvel, tais como localização, dimensões, dados do antigo proprietário e as condições estabelecidas do negócio, evitando discussões posteriores.
 

6. O que é o registro da escritura pública de imóvel?

R. É o ato pelo qual o comprador torna-se proprietário do imóvel perante a sociedade. Para tanto, ele deve dirigir-se ao cartório de imóveis onde o imóvel está matriculado e pedir o registro da sua escritura. Embora a escritura pública garanta ao adquirente os direitos sobre o bem que era do vendedor, apenas após o registro da escritura, a propriedade é transferida definitivamente para o adquirente.
 

7. Tenho uma escritura em meu nome, mas ainda não a registrei, posso transferir o imóvel a uma terceira pessoa sem esse registro prévio?

R. Não, pois a Lei de Registros Públicos exige que a seqüência das transmissões imobiliárias sejam todas registradas para existir uma continuidade de transferências na matrícula do imóvel. Além disso, só é considerado proprietário do imóvel aquele que figura na matrícula como tal, sendo vedado ao notário lavrar uma escritura de compra e venda se o vendedor não consta como proprietário perante o registro imobiliário.
 

8. Em que casos a lei exige a escritura pública para validade dos negócios jurídicos?

R. A escritura pública, não dispondo a lei em contrário, é essencial à validade dos negócios jurídicos que visem à constituição, transferência, modificação ou renúncia de direitos reais sobre imóveis (art. 108 do CC). A lei exige a escritura pública em outras hipóteses, sob pena de nulidade, tais como:

- pacto antenupcial - art. 1653 do CC;

- cessão de direitos hereditários – art. 1793 do CC;

- aquisição de imóvel rural por estrangeiro – art. 8º da Lei 5.709/71.
 

9. Qual é a diferença entre traslado e certidão?

R. O traslado é a primeira cópia integral da escritura pública, sendo fielmente reproduzido o que consta no livro notarial. Numa escritura pública de compra e venda, por exemplo, as assinaturas são apostas no livro, permanecendo no ofício de notas. O que é entregue as partes é o traslado. Já a certidão é a cópia integral ou resumida do que consta nos livros notariais. Basicamente, certidão e traslado se assemelham, mas o traslado é extraído apenas uma vez e a certidão poderá ser extraída indefinidamente.
 

10. Quais os requisitos essenciais que devem ser observados na elaboração das escrituras?

R. O art. 215, § 1º, do CC estabelece que, salvo quando exigidos por lei outros requisitos, a escritura pública deve conter:

a) Data e local de sua realização;

b) Reconhecimento da identidade e capacidade das partes e de quantos hajam comparecido ao ato, por si, como representantes, intervenientes ou testemunhas;

c) Nome, nacionalidade, estado civil, profissão, domicílio e residência das partes e demais comparecentes, com a indicação, quando necessário, do regime de bens do casamento, nome do cônjuge e filiação;

d) Manifestação clara da vontade das partes e dos intervenientes;

e) Referência ao cumprimento das exigências legais e fiscais inerentes à legitimidade do ato;

f) Declaração de ter sido lida na presença das partes e demais comparecentes, ou de que todos leram;

g) Assinatura das partes e demais comparecentes, bem como a do tabelião ou de seu substituto legal, encerrando o ato.  
 

11. Quais os principais requisitos legais existentes para a lavratura de escrituras públicas relativas a bens imóveis?

R. Diversas leis, decretos e resoluções trazem regras referentes à escritura pública relativa a imóveis. A principal delas é a Lei 7.433/1985, regulamentada pelo Decreto 93.240/86. Além disso, na escritura pública deverá constar todas as informações sobre o imóvel que está sendo adquirido: localização, dimensões, dados do antigo proprietário e as condições estabelecidas no negócio. 
 

12. Qual é a novidade trazida pela Recomendação 3/2012 do CNJ?

R. De acordo com a recomendação deve constar da escritura que o adquirente do imóvel foi informado sobre a possibilidade de obtenção da certidão negativa de débitos trabalhistas instituída pela Lei n. 12.440/11, gratuita e eletronicamente, no sítio do Tribunal Superior do Trabalho (http://www.tst.jus.br/certidao). Com a certidão negativa de débitos trabalhistas, o adquirente do imóvel pode se precaver de fraudes e eventuais ações de cobrança decorrentes de débitos trabalhistas vinculados ao bem adquirido.




Fonte: www.tjdft.jus.br

Outras Notícias

SAIBA QUAIS SÃO AS REGRAS DE UM FINANCIAMENTO IMOBILIÁRIO

Nesse post você entenderá como funcionam as regras básicas para contratar um financiamento imobiliário, e quais são ...

Comprou um imóvel e a metragem e diferente da que está na matricula.

O que fazer? Essa situação é muito comum no dia a dia de quem trabalha no ramo imobiliário. Ok! Mas ocorrendo essa ...

ESCRITURA DO IMÓVEL

Encontrar o lugar ideal para morar e conseguir comprá-lo são uma grande conquista na vida de qualquer pessoa. Porém, é u...

IMÓVEL RURAL: SAIBA TUDO SOBRE A DOCUMENTAÇÃO NECESSÁRIA.

Quando o imóvel entra em garantia de alguma operação junto à instituição financeira, é de praxe que...

DESOCUPAÇÃO DE IMÓVEIS CAIXA - PRINCIPAIS DÚVIDAS

✅ A situação é bastante comum nos cartórios de registro de imóveis: depois de esgotar todas as tratativas d...

CONTRATOS DE LOCAÇÃO E AS REGRAS QUE DEVEM SER OBSERVADAS

A Escolha do imóvel: O primeiro passo para se alugar um imóvel é a escolha, levando em consideração a localiza&...

​DICIONÁRIO COMPLETO DE TERMOS IMOBILIÁRIOS

As expressões do mercado Imobiliário não se restringem apenas aos especialistas no mercado, ao contrário, há um vas...

Está difícil para vender seu imóvel? Estes detalhes podem fazer toda a diferença para fechar o negócio

Se você está tentando vender seu imóvel há meses e não consegue fechar negócio, ou se pretende colocar o...

10 SINAIS DE QUE VOCÊ PRECISA DE UM CORRETOR

10 SINAIS DE QUE VOCÊ PRECISA DE UM CORRETOR Por conta das facilidades trazidas pela internet, muita gente acha que pode resolver quest&otild...

Imóvel para venda e locação com exclusividade. Todo mundo ganha!

A exclusividade torna as informações sobre o imóvel e as condições de negociação muito mais assertiva...
icone-whatsapp 1
redesp_facebook.pngredesp_youtube.pngredesp_linkedin.pngredesp_instagram.png
Quem Sou

A L E X  B R A Z  Negócios Imobiliários
SBS QD 02 Lote 01 Bloco S Ed. Empire Center Asa Sul Brasília-DF CEP 70.070-904
Creci-DF nº 8595 - CNAI nº 576

Telefone: (61) 4141-9401 / 9 8404-1134

E-mail: contato@alexbraz.com.br

Contato

 SBS QD 02 Lote 01 Bloco S Ed. Empire Center

 (61) 9 8404-1134

 08:00 as 20:00

  Fale Conosco
www.alexbraz.com.br © 2021. Todos os direitos reservados.
Site para Imobiliarias
Site para Imobiliarias